AnimeTopic 008 - Boruto: Naruto Next Generations


  Estamos de volta com uma crítica sobre um anime que divide a opinião do público! O anime Boruto é a sequência do anime Naruto, onde nos é mostrada uma nova geração com os filhos dos personagens de Naruto, em uma aldeia da folha mais moderna e tecnológica. Apesar de poucos saberem, ele não é escrito por Masashi Kishimoto, mas sim por Ukyō Kodachi e dirigido pelo estúdio Pierrot. 


  Apesar desse anime ter recebido várias críticas positivas de críticos famosos que gostaram das características dos personagens principais, na minha opinião o anime perde a originalidade em muitos momentos, e não possui tanto potencial quanto o anime Naruto em si. Basicamente, o anime se passa doze anos após o fim de Naruto Shippuden, onde temos Naruto como o atual hokage, finalmente realizando seu sonho. Ele se casou com Hinata Hyuga e tiveram dois filhos, Himawari, a filha caçula; e Boruto, o filho mais velho e o protagonista do anime. Após Boruto se tornar genin, ele forma time com Mitsuki, criação de Orochimaru (ex-vilão de Naruto) e Sarada Uchiha, filha de Sasuke e Sakura Uchiha. O time é comandado por Konohamaru, discípulo do Naruto, e juntos formam o novo time sete. 


  Boruto, apesar de ser o protagonista, foi o personagem que mais tive raiva no começo do anime. Após Naruto ter se tornado Hokage, ele fica muito ocupado cumprindo o seu dever e protegendo a vila e acaba se distanciando de sua família. Apesar disso, quem acompanhou Naruto desde o clássico sabe que sempre foi a vontade do Naruto se tornar Hokage e proteger todos da vila. Porém, pelo fato do pai ter se distanciado, Boruto vira um garoto mimado e muitas vezes egoísta. Nisso, ele acaba convencendo Sasuke a ser seu mestre, depois de conseguir realizar o teste dado pelo mesmo. Logo após, vemos o exame chunin, onde os genins participam para tentar aumentar sua classificação e de forma clara o primeiro ato egoísta de Boruto, que trapaceia usando uma ferramenta ninja capaz de criar qualquer jutsu, passando por cima até mesmo de seu melhor amigo, Shikadai, filho de Temari e Shikamaru. Naruto acaba descobrindo sua trapaça e Boruto logo é exposto pelo pai e eliminado, mas o exame acaba sendo interrompido por uma invasão de Momoshiki e Kinshiki, do clã Otsutsuki, que vieram retirar a Kurama de Naruto para revitalizar a árvore divina da dimensão de onde vieram. 


  Esse arco foi bem interessante e a forma que Naruto se entregou para salvar toda a vila me lembrou muito Gaara quando Deidara tenta explodir a vila da areia. Foi uma cena muito bonita de se ver, pois eles arriscaram suas próprias vidas para salvar as demais da vila. Além disso, a luta posterior entre os Otsutsukis e Naruto, Sasuke, Boruto e os Kages foi excelente, o que me fez ter esperança do anime melhorar. 

  Fora isso, temos alguns arcos mostrando os personagens de Naruto sendo protagonistas, o que também não deixa a desejar. O meu favorito até então é o arco de Sasuke, Sakura e Sarada, onde podemos entender a relação de família deles. Sasuke é o “Hokage das sombras”, ele vive fora da vila para investigações e proteção externa. Por isso, ele passa mais tempo fora do que em casa e Sakura cuida sozinha de Sarada e, por sentir a ausência do pai, Sarada logo despertou seu sharingan. Nesse arco, Sarada vê uma foto do seu pai com os membros do antigo time Taka e logo repara em Karin, que possuía os mesmos óculos que ela e como seu pai vivia fora de casa e ela não o via a tempos, começa a desconfiar que Sakura não é sua mãe e sim, Karin. Nesse arco eu senti raiva, alegria, pureza... várias emoções juntas, quando Sarada finalmente encontra Sasuke ele não a reconhece. Ele não reconheceu sua própria filha! 
Isso teve um peso gigante para ambos, pois apesar de tudo, eles conseguiram se entender depois e no final notamos que a relação deles evolui muito com o decorrer do anime e, sinceramente, amei o modo como Sasuke e Sakura evoluíram como pessoas, o relacionamento deles não é frágil e isso é claramente mostrado. Sakura me surpreendeu tanto durante Naruto em si, não achei que pudesse me surpreender mais em Boruto, eu diria que ela está no seu auge, Sakura se tornou uma mulher incrível e com um espírito inabalável, é uma ótima mãe e esposa, assim como é uma ótima ninja.


 “Tá, Nadyne! Você falou muito sobre o que você gostou de Boruto, então por que você acha que o anime perde sua originalidade??” 
  Então, chegamos nas partes negativas agora! 
  Boruto conta com muitas temporadas ultimamente e essa vai ser uma crítica única, pelo menos enquanto eles ainda estão nesse nível. Futuramente eu farei outra crítica para falar do que achei do final do anime. Boruto perde a originalidade em muitos momentos porque claramente observamos uma cópia de Naruto em algumas cenas, o que me faz pensar que o roteirista estava sem criatividade ou sem saber como aprofundar a história do personagem. Além disso, a personalidade de Boruto em si é irritante. Naruto cresceu sem os pais dele e viveu sozinho grande parte da infância e nem por isso ele era um garoto revoltado, muito pelo contrário, ele sempre quis melhorar para que todos o reconhecessem e ele se tornasse o hokage. Então por que Boruto, um garoto que tem praticamente tudo, não aproveita o pouco tempo que tem com o pai em vez de ficar brigando com o mesmo? Fingindo não se importar? Eu claramente não entendo. Sei que ele sente falta, mas não adianta ele ficar se fazendo de durão, isso só torna as coisas mais difíceis pro Naruto, que ainda está aprendendo a ser pai, já que ele não teve uma figura paterna para se inspirar. Também não gosto do fato que todos os personagens de Boruto parecem ser prodígios. O que mais gostei de Naruto foi justamente ver o crescimento de cada personagem, mas em Boruto é difícil, todos já são habilidosos e dominam os jutsus que os pais demoraram meses treinando.

  Apesar disso, o anime querendo ou não tem potencial, mas não sei dizer se ele será bem aproveitado ou continuará pegando carona nos fãs de Naruto. A nova obra tem que criar sua própria identidade e ganhar seus próprios fãs, não só aqueles que só acompanham a história porque viam Naruto. Afinal nós temos um protagonista que nasceu numa era de ouro, sem guerra, onde tudo na vila flui tranquilamente. Além disso ele tem um doujutsu nunca visto antes, o jougan, ou seja, Boruto é muito forte e temos GRANDES expectativas sobre ele. Espero que os roteiristas entendam isso e foquem em criar sua própria história e não cópias do que foi Naruto. Boruto é como o oceano, temos uma parte calma onde mostra o lado simples de um garoto que só quer ser reconhecido pelo pai é uma parte agressiva, onde temos um garoto inteligente e estrategista que quer se tornar mais forte. 


  Falei de Boruto, falei de Sarada, mas pouco falei de Mitsuki. Como eu disse, ele é uma criação de Orochimaru que deixa o “pai” para se tornar genin na vila da Folha. Assim como Naruto e Sasuke, Boruto e Mitsuki são o sol e a lua um do outro, nessa ordem. Mitsuki assim como Orochimaru tem uma grande elasticidade corporal e domina cobras, que é uma de suas especialidades, ele também usa estilo raio e consegue entrar no modo sennin, um verdadeiro prodígio. Mitsuki é meu personagem masculino favorito, ele é um garoto inocente que se importa com seus companheiros e é muito forte. Ele é um grande amigo de Boruto e o admira muito, querendo sempre estar ao lado dele. Ainda não sei se Orochimaru manipulará o garoto, mas eu tenho grande esperança em relação a ele e quero muito ver ele e o resto do time sete mais velhos lutando lado a lado.
  Então galera, é isso! Obrigado por lerem até aqui e espero que gostem da crítica. 

Postar um comentário

5 Comentários