Pluto #01 - O mangá em tributo à Osamu Tezuka

Crítica | Pluto – Vol.1: Naoki Urasawa X Osamu Tezuka – Plano Crítico


  Pluto é um mangá baseado na grande obra de Osamu Tezuka, Astro Boy, e discorre sobre a vida de um renomado detetive policial robô da Europol chamado Gesicht, que é incumbido de solucionar um terrível esquema de assassinatos.

O renomado inspetor Gesicht

  Embora seja um robô, a história apresenta Gesicht como uma pessoa normal, levando uma vida normal. Ele possui uma casa, uma família e um emprego rentável e respeitado. A personificação do detetive é aparentemente humana, sobretudo, Gesicht é apenas um robô a serviço da sociedade. Mas nem todos os robôs possuem esta forma.

  Muitos dispõem de uma aparência mecanizada, que refere-se exatamente a alusão que se tem quando se escuta o termo "robô". Entretanto, Pluto levanta uma questão interessante quando posto em pauta essa verossimilidade entre humanos e robôs. Em determinados momentos é possível notar a presença de paradoxos, quando os robôs, que nada mais são do que máquinas, começam a transluzir sentimentos. 


Os assassinatos repentinos sem precedentes

  O inspetor Gesicht é convocado quando, de forma repentina, dois assassinatos ocorrem: a morte de um robô considerado um simbolo nacional e um homem representante e ativista dos robôs. De alguma forma esses crimes estão interligados entre si.

  Alguém não deseja ver essa coexistência entre humanos e robôs, afinal, qual outro motivo esta pessoa teria para cometer tal atrocidades?
  Para tal, Gesicht foi acionado. Além de várias suspeitas, o criminoso sempre deixa uma marca registrada no local do crime, o que potencializa a ideia de que quem matou o homem e estraçalhou o robô é a mesma pessoa.


Traços artísticos e considerações sobre a obra

  No tocante a arte gráfica do mangá, os traços possuem uma sutileza e delicadeza em cada quadro e na expressão dos personagens. Não sendo tão extraordinário, mas ao mesmo tempo não entregando uma qualidade de baixo nível.

  A respeito da história, pode-se dizer que é mais uma daquelas que te pegam de surpresa e te envolvem na trama e só te largam após a última palavra, da última linha do último parágrafo. Envolto por mistério e ação, Pluto, com certeza, é uma ótima indicação de leitura para os adeptos ao gênero e também aos marinheiros de primeira viagem.

Postar um comentário

0 Comentários