Top 5 - As melhores gameplays da geração

PC, PS4, Xbox One e Switch estão com vários jogos em promoção ...

  Gameplay é o que faz um jogo ser um jogo, seja ela apenas de escolha para te manter imerso na narrativa, ou um combate complexo cheio de mecânicas. Porém, são poucos os jogos que realmente apresentam mecânicas inovadoras e bem feitas, e é deles que vou falar aqui. Essa é uma lista com os jogos que, na minha opinião, tem as melhores gameplays da geração de consoles atual, seja por causa de suas mecânicas ou pela execução delas. Vamos a lista!


5 - Final Fantasy VII Remake

Demo de Final Fantasy VII Remake já está disponível gratuitamente ...
  Em 2020, Final Fantasy VII, um clássico JRPG da Squaresoft, recebe seu remake e traz consigo uma das melhores gameplays que já vi. Tem seus problemas, as quests são bem genéricas, a câmera é terrível, a mobilidade não tem nada demais e no geral é bem linear e horizontal, e o level design e a exploração são pouco intuitivas, o que seria o motivo para não estar mais acima nessa lista, mas o jogo consegue compensar isso muito bem. O combate é um dos melhores já feitos, é inovador, tático e frenético, conseguindo manter um meio termo entre um jogo de turno e um action RPG, as bossfights são incríveis, conseguem ser bem desafiadoras, estratégicas e épicas, ainda mais com a trilha sonora perfeita do Nobuo Uematsu, as summons e limit-breaks são mecânicas nostálgicas e bem úteis, e tudo é bem executado, com uma direção de arte muito boa e animações de alta qualidade. Além disso, ele se destaca muito em aspectos de RPG, o leveling é justo, o sistema de matérias abre muitas possibilidades de builds e tem uma grande adaptabilidade, cada arma tem um uso específico e você não precisa se prender a alguma por causa de uma habilidade específica.


4- Devil May Cry 5

  O que falar do melhor hack n' slash que já joguei?
  Devil May Cry 5 consegue unir o melhor dos outros hack n' slashs da indústria, e criar um combate complexo, estiloso, frenético e extremamente divertido. Cada personagem tem uma gameplay única, e é extremamente satisfatório dominá-los e realizar um combo, além de cada um ter uma grande variedade de armas, te possibilitando usar uma imensidão de estratégias diferentes, e isso combinado a bossfights incríveis, e por mais que você pense que já dominou o combate 100% na primeira run, pode ter certeza, você não chegou nem perto. Além disso, a trilha sonora também é uma parte bem importante da gameplay, ela combina perfeitamente com o jogo e consegue aumentar ainda mais toda a adrenalina e satisfação de realizar um combo. Porém, a gameplay se destaca apenas pelo combate, tem pouca exploração e não me sentia tão recompensado por ela, não chega a ser um problema, mas é o que faz os jogos a seguir me satisfazerem mais em gameplay.


3- Persona 5 Royal

Clean All-Out Attack Wallpaper Album (1080p, no Shadows) - Album ...
  Persona 5 Royal é a versão definitiva do JRPG lançado em 2017 pela ATLUS, ele traz melhorias em todos os sentidos, e boa parte delas estão na gameplay. Entre os combates de turno, Persona 5 Royal é simplesmente o melhor, é bem estratégico, tem mecânicas incríveis e é bem executado, com uma direção de arte impecável, animações competentes, trilha sonora muito boa e muito bem usada, é bem fluído, e tem ótimas bossfights. Além disso, mesmo fora do combate a gameplay ainda é boa, a exploração e level design são ótimos, principalmente com as adições do Royal, e os sistemas de RPG também são maravilhosos, com muitas possibilidades de builds pra diversos tipos de persona e uma progressão muito boa. Temos também a parte de simulação social, com inúmeras atividades com recompensas variadas, ótimos personagens para se relacionar e até mesmo alguns minigames divertidos(como o de dardos). Porém, também tem seus problemas, que seria o Mementos, uma dungeon procedural, assim acompanhada de um péssimo level design e exploração, e as sidequests,  que por mais que sejam interessantes, são bem repetitivas.


2- The Legend of Zelda: Breath of the Wild

  O jogo do ano de 2017, e o melhor jogo de mundo aberto da geração, Zelda: Breath of the Wild é uma masterpiece, e por mais que a história seja legal, o seu destaque é em gameplay. O mundo aberto de Zelda é simplesmente incrível, ele consegue passar um sentimento de ameaça ou tranquilidade nos momentos certos, com uma trilha sonora relaxante e efeitos sonoros da natureza quando se não tem inimigos, e quando tem, uma trilha sonora mais agitada e deixando os efeitos sonoros de flechas, espadas e explosões tomando a cena. Além disso, o jogo tem diversas mecânicas incríveis e muito bem introduzidas, e há a possibilidade de misturá-las de forma criativa para achar uma estratégia completamente nova, seja para resolver os puzzles, seja para os combates, esse jogo possui uma diversidade infinita, ninguém vai jogar Zelda do mesmo jeito que outra pessoa. O combate, de início não é nada demais(com as mecânicas sendo introduzidas fica bem mais interessante, mas não chega a ser um dos melhores), e as bossfights são repetitivas, mesmo sendo muito boas, por esses motivos acredito que o maior charme da gameplay fique na exploração, que é bem orgânica e é combinada ao mundo aberto incrível do jogo, e na resolução de puzzles, que aproveita ainda mais das inúmeras possibilidades que Zelda oferece.


1- Sekiro: Shadows Die Twice

  O mais recente jogo do aclamado diretor Hidetaka Miyazaki e eleito jogo do ano de 2019, Sekiro: Shadows Die Twice é um jogo de ação e aventura com foco em gameplay. O combate desse jogo é absurdo, ele é mecanicamente incrível, é complexo e difícil de se masterizar, e é como uma dança, em muitos momentos eu me senti como se estivesse jogando um jogo de ritmo e o dano que eu tomava era como uma penalidade por errar uma nota, e Sekiro consegue fazer isso mesmo te fazendo ser agressivo e pensar rapidamente, é majestoso. E como se não bastasse, Sekiro também possui um level design e exploração que ocupa o topo da indústria, tudo é conectado e consegue incentivar a progressão da história naturalmente, sem a necessidade de um ponto ou minimapa. O jogo tem seus problemas, como a câmera, erros de hitbox e performance, mas toda a execução e mecânicas consegue sobrepor muito bem, se tornando a melhor gameplay da geração.

  Enfim, esse foi meu texto, mais um de lista, espero que tenha gostado da leitura, e sinta-se livre para discordar do que eu falei. Até a próxma pessoal!

Postar um comentário

0 Comentários