TokuTalk #02 - Kamen Rider Ex-Aid: Salvando o mundo com o poder dos jogos!

  Saudações, pessoal!
  Sou Bryano, o mais novo integrante do NEET!, e decidi começar minha estreia falando de um dos Kamen Riders que mais me diverti assistindo: Kamen Rider Ex-Aid, Escrito por Yuya Takahashi e produzido pela Toei.

  Somos apresentados a história de Emu Hojo, um garoto que teve sua vida salva por um médico quando garoto, e depois desse acontecimento decidiu seguir a carreira de médico, e também é conhecido como o Gamer Prodígio M. Em mais um dia pacato, um dos pacientes de Emu começa a demonstrar sintomas de uma doença ainda não conhecida pelo povo, chamada de vírus “ Bugster”, que fazia os chefões de jogos se tornarem reais usando a vida do infectado pelo vírus. Emu então conhece uma enfermeira chamada Asuna Karino, que fala sobre o vírus Bugster para o protagonista, e está a procura do gamer prodígio M para que o mesmo utilize o Game Driver, que o permite se transformar em um guerreiro que pode combater os Bugsters, chamado Ex-Aid! Após o Bugster se descontrolar, Emu revela que é o gamer M e então utiliza o Game Driver para derrotar o monstro, e abrir um sorriso no rosto do seu paciente. Asuna então explica para o protagonista que o item que ele usou para se transformar se chama “Gashat”, um tipo de “chave” que tem a memória de um jogo dentro, fazendo o Rider ter sua forma com base no jogo do Gashat (No caso do Emu, ele recebeu o Game Mighty Action X, uma referência a jogos de plataforma). 

  Nessa aventura não temos apenas nosso querido Emu, temos vários outros Riders que aparecem no decorrer da história. Hiiro Kagami, um médico cirurgião que perdeu sua namorada para um Bugster chamado Graphite, no dia Z (o dia que iniciou a infecção Bugster); Taiga Hanaya, um médico que perdeu sua licença após ser incapaz de derrotar Graphite; Kiriya Kujo, um médico legista que iniciou seu caminho nesse ramo da medicina após ter perdido seu amigo que queria ser um legista; Niko Saiba, uma gamer prodígio que deseja derrotar Emu em uma partida de videogame; Pallad, um Bugster misterioso que tem um desejo incontrolável em lutar contra Emu; além da Poppy Pipopapo, o verdadeiro nome de Asuna. Ela é uma Bugster do jogo de ritmo Dorémifá, e diferente dos outros Bugsters, ela não tem nenhuma intenção maligna, ela quer apenas se divertir com seus amigos;  Graphite, um Bugster que quer cumprir seu papel como vilão e faz o máximo possível para alcançar seu objetivo; E por fim, Dan Kuroto, um louco criador de jogos que se auto-proclama um “Deus criador de jogos”. Ele é o principal criador dos Gashats que os heróis usam na série.

  O início de tudo isso foi no dia Z, onde um criador de jogos criou o vírus e os Bugsters, que nesse dia mataram milhares de pessoas. Esse foi o início de tudo e foi quando nasceu Graphite e o paciente zero. Por causa dessa catástrofe, a unidade dos “Médicos Gamers” foi criada para combater casos futuros de infecção.

  Como era de se esperar, óbvio que Ex-Aid teria várias referências a jogos ou pelo menos aos gêneros de jogos. Os Gashats dos Riders fazem referências a vários gêneros de jogos, como por exemplo o Gashat Taddle Quest, que faz referência a jogos Dungeon Crawler (ou até mesmo jogos RPG); Bang Bang Shooting, que faz referência a jogos FPS; Dangerous Zombie que faz referência a jogos Survival Horror, e muitos outros. O sucesso dos Gashats foi tão grande que a toei fez uma parceria com a Nintendo para fazer um Gashat com os personagens de Super Smash Bros, mais especificamente Mario, Charizard e Link. 

  Kamen Rider Ex-Aid, mesmo sendo divertido e engraçado, tenta trazer uma mensagem, no caso a mensagem de esperança, que você não deve desistir nunca e que você precisa abrir mão dos acontecimentos do passado para seguir em frente. Alguns personagens em Ex-Aid são exemplos e pontos principais pra trazer essa mensagem, e mesmo sendo algo meio clichê na maioria dos casos, Ex-Aid mostra isso de uma ótima maneira. Vale a pena dar uma olhada nessa temporada, e lembrem-se, hora de passar desse jogo sem usar nenhum “continue”!

Postar um comentário

0 Comentários